BRAINSTORM, UM TORÓ DE IDEIAS

brainstormO Brainstorm, tempestade cerebral ou, como dizemos em Minas, “Toró de Parpites” é um exercício da criatividade, sem barreiras, sem julgamentos e com muita liberdade. O objetivo é ter uma grande ideia ou uma ideia usável, coerente.Tom Kelley em seu livro “The Art Of Innovation: Lições de Criatividade” (Doubleday 2001) diz que o que diferencia as pessoas é a sua capacidade de inovar.

Mas, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é só ter ideias aos montes e pronto. Existem processos, dicas e técnicas que auxiliam no melhor aproveitamento dessa atividade. O Brainstorm é uma ótima ferramenta.

O ideal é que mais pessoas participem do exercício, mesmo que não continuem no processo, apenas como auxilio criativo. Normalmente o que acontece é que ao dizer algo, o outro lembra ou tem uma ideia na sequência. O mais importante é que não tenha barreiras, não façam no momento do exercício julgamentos qualitativos ou quantitativos.

Veja algumas dicas para o exercício de um Brainstorm:

– Ideal é formar um grupo maior do que 03 pessoas e que estejam reunidos em uma sala ou local sem interferências de barulhos ou de terceiros.

– Criar uma preparação pode ser interessante. Antes do exercício, pesquisar sobre o assunto na internet, em livros. Isso poderá aumentar a bagagem para a criação do momento. Exemplos: Escolher um nome para um evento\ Definir o formato de um projeto social\ Listar formas de conseguir levantar recursos e outros.

–  Caneta e papel na mão (ou computador\ tablet\ celular) ou utilize o método do post it. A cada ideia a pessoa escreve, fala e cola numa parede. Para dividir, cada um pode ser “dono” de uma cor de post it. Mas devem dizer sua ideia em voz alta para todos escutarem.

– Crie uma abertura de apresentação para gerar um foco. Por mais que seja algo livre e aberto, dar um foco de pensamento sobre o que se pretende é importante. É mais uma informação para processar na hora da criação.

– Crie a regra de não permitir comentários e julgamento sobre o que está sendo dito, isso pode bloquear a criatividade e o pensamento.

– Defina uma meta de sugestões, ideias. Pensar na quantidade de ideias é melhor e mais livre do que pensar no tempo para criar. Ter um tempo definido pode gerar bloqueios. Exemplos: 15 nomes para escolher um\ 20 sugestões e eventos para escolher 02 para votação\ 25 formas de captação para extrair 3 etc.

SELEÇÃO- Ao final do Brainstorm, começam então a seleção de ideias. Primeiro uma triagem básica e depois uma análise mais detalhada para ver o que foi interessante, o que é impossível. Muitas vezes, uma ideia acaba por se unir a outra ou outras.

E pronto, selecione desse Brainstorm o projeto que achar mais interessante e que principalmente tenha a ver com seu caminho e que seja realizável.

Se você gostou destas dicas curta e comente. Mas principalmente compartilhe pois conhecimento tem que circular.

#PRACEGOVER a imagem do texto é uma foto de um círculo de pessoas, onde só se vê os pés e no meio do círculo vários papeis, papeis auto colantes e canetas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *